Pagina Principal

Ministro do Supremo afasta Eduardo Cunha da Câmara

Citado em diversos escândalos de corrupção e beneficiário de várias contas no exterior, Cunha foi o principal responsável pelo golpe parlamentar contra a presidente

Compartilhe esta notícia
Curta o SouMaisPE
05/05/2016
Fonte: Brasil247

Por: Brasil247

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi afastado por liminar do ministro Teori Zavasck, do Supremo Tribunal Federal.

Ele perde não só a presidência da Câmara dos Deputados, como o mandato de deputado federal.

Teori atendeu a um pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.  Na peça, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chegou a classificar o peemedebista de "delinquente".

Citado em diversos escândalos de corrupção e beneficiário de várias contas no exterior, Cunha foi o principal responsável pelo golpe parlamentar contra a presidente Dilma Rousseff, que coloca em risco a democracia brasileira.

Com a decisão de Teori, era Cunha chega ao fim. Só em um dos escândalos, Cunha foi acusado de receber R$ 52 milhões da Carioca Engenharia. Na delação premiada do senador Delcídio Amaral, ele foi apontado como "menino de recados" do banqueiro André Esteves.


Relacionadas
Procure uma Notícia
Seu Comentário
Empregos
Agência do Trabalho: Confira as vagas disponíveis na capital e interior nesta segunda 02/05
Outras Notícias
Copyright Abril/2014-2015.
SOU MAIS PERNAMBUCO
Todos os direitos reservados.