Pagina Principal

Cuba é a 1ª nação a erradicar a transmissão do HIV e da sífilis de mães para filhos

'Estamos na total disposição de ajudar outros países', assegurou o titular da Saúde cubana

Compartilhe esta notícia
Curta o SouMaisPE
02/07/2015
Fonte: Razões para Acreditar
Clique para Ampliar
Cuba é a 1ª nação a erradicar a transmissão do HIV e da sífilis de mães para filhos
Cuba é a 1ª nação a erradicar a transmissão do HIV e da sífilis de mães para filhos
Por: Razões para Acreditar

A Organização Mundial da Saúde declarou nessa terça-feira, 30, que Cuba é a primeira nação do mundo a erradicar a transmissão do HIV e da sífilis de mães para filhos.

A OMS disse que enviou uma delegação internacional para Cuba com o apoio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) para saber se o país havia cumprido os critérios para o anúncio. No comunicado, a OMS lembrou que, em 2013, só duas crianças nasceram em Cuba com HIV e cinco com sífilis.

“O sucesso de Cuba demonstra que o acesso universal e a cobertura de saúde universal são factíveis e, de fato, cruciais para o sucesso, mesmo diante de desafios intimidantes como o HIV”, disse Carissa Etienne, diretora da Opas, em uma nota.

“Tudo foi possível por nosso sistema social e pela vontade política desde o mais alto nível. Isso permitiu que um país com poucos recursos tenha feito estas conquistas”, disse o ministro cubano Roberto Morales Ojeda.

“Estamos na total disposição de ajudar outros países”, assegurou o titular da Saúde cubana, para comentar que já recebeu solicitações, por exemplo, de países africanos.

As duas entidades entendem que Cuba oferece às suas mulheres o acesso rápido aos cuidados pré-natais, teste de HIV e sífilis e tratamento para mães soropositivas.

 

Imagens: Divulgação / Fotos de Capa: Site O Que Vi Pelo Mundo

Com informações da Reuters Brasil e Só Notícia Boa.


Relacionadas
Procure uma Notícia
Seu Comentário
Empregos
Agência do Trabalho: Confira as vagas disponíveis na capital e interior nesta segunda 02/05
Outras Notícias
Copyright Abril/2014-2015.
SOU MAIS PERNAMBUCO
Todos os direitos reservados.